Chegamos ao final de nosso Concurso Fotográfico, cujas fotos selecionadas farão parte do Calendário do SINCOR-SC de 2018 e que contou com a parceria do Sindicato das Seguradoras – SINDSEGSC.
Ao todo recebemos 83 fotos enviadas pelos Corretores de Seguros Sócios do SINCOR-SC de todas as regiões do Estado de Santa Catarina.
A Comissão Julgadora, formada por fotógrafos profissionais, analisou as fotos recebidas, sem identificação do participante para garantir a maior isenção possível na escolha das fotos premiadas.
As fotos premiadas foram as seguintes:

Wemerson Silveira (Foto Campeã do Concurso)
Lojacorr S/A – Rede de Corretores de Seguros – Florianópolis/SC

Talita B. Ferreira
JDB Assessoria e Corretora de Seguros – Blumenau/SC

Simoni Natalia Mafra Koslowski
Majestade Corretora de Seguros – São Bento do Sul/SC

Lucia Helena Machado
Planalto Corretora de Seguros – Lages/SC

Marcio Neumann
Futura Corretora de Seguros – São Bento do Sul/SC

Joceandro Barbosa de Araújo
Reck Corretora de Seguros – São Lourenço do Oeste/SC

Jamile Neumann Costa
Bracor Corretora de Seguros – São Bento do Sul/SC

Guilherme Grunfeldt
Vigold Corretora de Seguros – Pouso Redondo/SC

Sandra Denise Evaristo
Amigos do Sul Corretora de Seguros – Blumenau/SC

Nelson Alexandre Kloppel Gonsalves
Nelson Gonçalves Assessoria e Corretagem de Seguros – Blumenau/SC

Natalia Gabriela Borba
Vigold Corretora de Seguros – Pouso Redondo/SC

Ana Lucia Ferreira Duarte
SF – Santa Fé Consultoria e Corretora de Seguros – Joinville/SC

Para acessar as fotos, clique no link abaixo:
http://www.sincor-sc.com.br/ganhadores-do-concurso-fotografico

A Foto vencedora terá como premiação um final de Semana no Fazzenda Park Hotel e as demais receberão 20 unidades do calendário para distribuição, conforme regulamento.
“Em nome do SINCOR-SC agradecemos a todos os Corretores e Colaboradores que participaram do Concurso e aos participantes com as fotos selecionadas. Com certeza teremos um belo calendário de 2018. Nossos agradecimentos também ao SINDSEGS e as Seguradoras Associadas que contribuíram para que nosso objetivo fosse alcançado.”

Abraços
Auri Bertelli
Presidente

Leia mais...

Joaquim Francisco superintendente de Agronegócios da Allianz Seguros palestrou durante a ABGR Executivos da Allianz em frente ao stand da seguradora na ABGR

Executivo da seguradora palestrou no painel "Seguro Agro" e abordou os diferenciais da "Estruturação de Operações Agrícolas"

Nesta terça-feira, 22, Joaquim Francisco, superintendente de Agronegócios da Allianz Seguros, palestrou no XII Seminário Internacional de Gerência de Riscos e Seguros da ABGR e apresentou uma solução que utiliza dados personalizados para oferecer as coberturas mais apropriadas e mitigar riscos.

A penetração do seguro agrícola no Brasil é de aproximadamente 15%, índice bastante baixo em comparação a outros países do mundo, principalmente se for levado em consideração que o produto se destina ao agronegócio, um setor que representa cerca de 25% do PIB brasileiro. Nos Estados Unidos, por exemplo, quase 90% de toda a produção está segurada. Apesar do atual estágio, houve evolução desde 2006, quando foi implementado o Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Em dez anos, de 2006 a 2016, o número de hectares protegidos saltou de 1,6 milhão para 10 milhões.

Em meio a esse cenário de oportunidades de negócios, instabilidade do clima e necessidade de mais recursos públicos para a subvenção ao prêmio de seguro, a Allianz Seguros gerencia riscos agrícolas por regiões e produtores por meio da chamada “Estruturação de Operações Agrícolas”.
“O modelo, em vez de usar somente as médias do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), também leva em consideração o histórico de produtividade do agricultor e o emprego de tecnologia na propriedade para conseguir ter como principal diferencial a personalização de coberturas”, explica Joaquim Francisco. A análise do risco a partir de dados mais precisos, fornecidos por associações setoriais ligadas ao agricultor ou vindos do próprio produtor, adequa garantias, minimiza perdas e equilibra o custo, deixando o valor do prêmio mais acessível e atrativo. A “Estruturação de Operações Agrícolas” também é uma forma de gerenciar a sinistralidade da seguradora, já que determinadas localidades são detalhadamente estudadas. Esse aspecto é bastante relevante para o seguro agrícola, uma vez que é a única modalidade correlacionada, isto é, um determinado evento pode acarretar perdas concentradas.
Ao fortalecer a relação entre o agronegócio e o setor de seguros há também um avanço nos produtos contratados. Segundo Joaquim, “até 2015, a Allianz praticamente comercializava seguro-custeio, aquele que o agricultor usa para financiar a sua atividade. Já em 2016, 80% das apólices foram de produtividade”. Ou seja, com a “Estruturação de Operações Agrícolas” toda produção passou a ser segurada.
Sobre a Allianz Seguros
No País há mais de 110 anos, a Allianz Seguros atua no Brasil em ramos elementares e saúde empresarial e está presente em todo o território nacional por meio de suas 63 filiais.

A Allianz Seguros é uma empresa do Grupo Allianz, um dos líderes mundiais em seguros e o maior da Europa, com presença em mais de 70 países. Além de oferecer produtos e serviços, a Allianz também se destaca na área de pesquisa de grandes riscos, estudos de sustentabilidade e nos investimentos em fontes renováveis de energia.

A Allianz SE é membro da Transparência Internacional e apoia os princípios do Pacto Global das Nações Unidas e as Diretrizes da OCDE para Multinacionais por meio de seu Código de Conduta. A organização é uma das líderes do setor de seguros no Índice Dow Jones de Sustentabilidade, listado no FTSE4GOOD e no Carbon Disclosure Leadership Index (Carbon Disclosure Project, CDP6).
Informações à imprensa
Descrição: Descrição: Virta
Virta Comunicação Corporativa
Bianca Bordignon – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
55 11 3894-2434 / 55 11 99487-0446
Larissa Marçal – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
55 11 3894-2427 / 55 11 99194-7444

Descrição: Descrição: Virta

Virta Comunicação Corporativa

Bianca Bordignon –Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

55 11 3894-2434 / 55 11 99487-0446

Larissa Marçal –Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

55 11 3894-2427 / 55 11 99194-7444

sulamerica

Levantamento realizado pela seguradora mostra as principais ocorrências.

São Paulo, 21 de agosto 2017 – Quase metade (48,2%) dos sinistros acionados por condomínios ocorre devido a danos elétricos, segundo levantamento realizado pela SulAmérica, maior seguradora independente do País. Outra ocorrência que também causa dor de cabeça a síndicos, e administradores é a quebra de vidros, mármores e granitos, que totaliza 14,1% dos sinistros (eventos que demandam atendimento por parte da seguradora).

O levantamento feito pela SulAmérica em sua base de clientes do produto SulAmérica Condomínio em 2017 mostra que, diferentemente do que se imagina, os eventos da natureza, tais como vendavais, tornados e granizos, respondem por um em cada dez (9,7%) sinistros. A seguradora aponta ainda que 6,5% dos acionamentos registrados estão relacionados a problemas ocorridos nas garagens dos edifícios, como danos ocasionados por impactos de veiculos.

O SulAmérica Condomínio pode ser customizado para atender às necessidades de cada cliente. O produto é composto pela garantia básica de incêndio, queda de raios, explosão, fumaça e queda de aeronaves, e conta com a possibilidade de contratação de cerca de 30 garantias adicionais, como danos elétricos, perda de aluguel, desmoronamento, quebra de vidros, colisão de veículos, incêndio e roubo nas dependências dos condôminos, e vida de empregados, além de diversos serviços de assistência 24 horas , tais como encanador, eletricista, chaveiro, vidraceiro,, entre outros.

“Os números ressaltam a importância de levar em consideração as garantias adicionais disponíveis em nosso produto no momento de contratar o seguro. A SulAmérica oferece uma gama abrangente de opções para atender às mais diferentes necessidades de nossos clientes”, afirma o vice-presidente de Auto e Massificados, Eduardo Dal Ri.

Já que cada condomínio tem necessidades específicas, é fundamental o auxílio do corretor no mapeamento das coberturas mais indicadas para cada caso


Dicas
O problema mais comum enfrentando pelos condomínios são os curtos circuitos provocados, geralmente, por variação de energia e queda de raio, e que afetam televisões e outros equipamentos. Para evitar danos maiores, os condomínios podem adotar medidas preventivas que incluem desde revisão da rede elétrica e sistema de para raios até a manutenção do imóvel.

Em relação aos vidros, presentes em áreas comuns, como bancadas, janelas, vitrines, portas e similares, são diversas situações que podem causar danos. A principal é o descuido no manuseio de objetos, especialmente durante a limpeza. Para evitar, a dica é sempre contratar serviços de pessoal capacitado e licenciado para desempenhar a função, além de treinamento das equipes.

Sobre a SulAmérica
A SulAmérica é a maior seguradora independente do Brasil, com uma rede de distribuição de mais de 30 mil corretores independentes. Fundada em 1895, a companhia possui mais de 5 mil funcionários e atua em várias linhas de seguros, como saúde e odontológico, automóveis e outros ramos elementares, vida, além de outros segmentos, como previdência privada, investimentos e capitalização. A SulAmérica tem mais de 7 milhões de clientes, de pessoas físicas a grandes empresas, em todo o país. Em 2016, a companhia registrou receitas totais de R$ 16,8 bilhões.

INFORMAÇÕES À IMPRENSA
SulAmérica – Comunicação Institucional e de Relações com a Imprensa
Solange Guimarães – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Mary Persia - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Cristiane Martins - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Clayton Freitas – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Telefones: (11) 3779 7614 / 7615 / 5045 / 5900
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

CDI Comunicação Corporativa
Maíra Araújo - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Vinicius Abbate – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Telefones: (11) 3817 7964 / 8007 / 8005

Leia mais...

acif

O Núcleo dos Corretores de Segurosda Associação Comercial e Industrial de Florianópolis, convida os Corretores para a palestra sobre Liderança com o Presidente da ACIF, Sr. Luciano Pinheiro.

Data: 30/08/2017
Horas: 9:00 horas
Local: ACIF Matriz, Rua Emílio Blum, 121, Centro, Florianópolis/SC.

Contamos com a presença de Todos.

Augusto Miranda de Melo

Leia mais...

Leia mais...

1502398539.15-fotoAinda no mês de agosto, a Câmara dos Deputados vai instalar a comissão especial que irá analisar o Projeto de Lei 3139/2015 do deputado federal Lucas Vergílio (SD/GO), que regula as operações de seguros e resseguros.

“A justificativa do projeto de lei é a de que a Superintendência de Seguros Privados – SUSEP vem apurando, sistematicamente, através de vários processos administrativos sancionadores, originários de denúncias a ela formalizadas, que diversas associações, cooperativas e outros, vêm atuando como se sociedades seguradoras fossem, sem a devida autorização legal”, disse, em rápida entrevista ao site Justiça Em Foco o deputado Lucas Vergílio.

Os líderes dos partidos devem indicar os integrantes.

Fonte: CQCS

Leia mais...

Evento contou com seis espaços e reuniu 468 obras das crianças atendidas pela instituição

Foto 1 Manuela Cardoso de Souza e Gisele dos Santos Pereira Nunes em frente ao farol inspirado na icônica obra de Anita Malfatti Foto 2 A alunaThaynara Ferrera em frente as obras das crianças e adolescentes inspirada na artista Anita Malfatti

 

Uma vez por semestre, a Associação Beneficente dos Funcionários do Grupo Allianz (ABA) abre suas portas para os visitantes, pais e corretores de seguros terem oportunidade de se encantar com os trabalhos das crianças da instituição. Dividida em seis espaços, a Mostra de Artes Visuais e Digitais do 1° semestre de 2017 reuniu obras das 468 crianças e adultos atendidos e aborda o tema “Territórios Existenciais”, que tem como objetivo despertar o sentimento de pertencimento e caminhos percorridos rotineiramente pelas crianças.

A Mostra é resultado do trabalho desenvolvido ao longo de seis meses no Núcleo Infantil, Espaço de Convivência e Núcleo de Inovação Digital. Com monitoria das próprias crianças, a exposição explorou em um mapa ampliado os pontos de referência do bairro Engenheiro Goulart, zona Leste de São Paulo, onde está localizada a ABA, e as obras dos artistas expressionistas Anita Malfatti e Aldemir Martins.

Enquanto as crianças explicavam para os visitantes as ruas onde ficam a ABA, Unidade Básica de Saúde (UBS), teatro, parque da região e até mesmo a casa de seus amigos, Rose Oliveira, diretora de Projetos Sociais, contou que muitos não tinham trabalhado a ideia de mapas. “As crianças já participaram de brincadeiras, como “caça ao tesouro”, mas não tinham tido contato com mapas. Foi uma experiência nova desenhar a trajetória por onde caminham, eles são receptivos e curiosos por natureza”, conta.

No campo das artes, a pintora Anita Malfatti chamou atenção das crianças, que foram desafiadas a criar seus desenhos reproduzindo suas características artísticas. Thaynara Ferreira Coelho, de 10 anos, que não conhecia as pinturas da artista, gostou da experiência. “Foi difícil fazer os degradês e as manchas iguais as da Anita Malfatti, mas eu gostei bastante”, afirma.

Uma das obras da artista brasileira foi levada para um campo até então pouco explorado: o da robótica. O desafio era transformar e reproduzir a obra “O Farol” de maneira que ele acendesse sozinho. Orgulhosas em frente ao farol feito com isopor, pote de danone, pedrinhas, pilha e LED, Manuela Cardoso de Souza, 9 anos, e Gisele dos Santos Pereira Nunes, 10 anos, contam que o projeto foi feito a 12 mãos e levou mais ou menos um mês para ficar pronto. “A gente não tinha alguns materiais para construir o farol, então pesquisamos na internet e substituímos por outros semelhantes, que fazem parte do nosso dia a dia”, conta Manuela.

Já os adolescentes do Núcleo Digital foram responsáveis pela digitalização de todas as obras produzidas. Utilizando programas como Photoshop e Corel Draw, eles mantiveram as características únicas das pinceladas e desenhos dos amigos. Para finalizar, foi feita uma apresentação que ficará disponível no site da ABA.

O diretor de Negócios Corporativos, Mario Jorge, que esteve na Mostra, saiu ainda mais engajado com os objetivos da associação. “O esforço dos educadores e o conhecimento das crianças nos mostram que estamos no caminho certo para transformar a realidade por meio da educação e construir uma sociedade mais igualitária é a nossa prioridade número um”, afirma o executivo que é membro da diretoria da ABA.

Para Jean-Marie Monteil, que fundou a ABA, em 1993, quando era o presidente da então AGF Seguros, o grande desafio é elevar a autoestima das crianças. “Muitas vezes eles acham que não vão conseguir, que não estão preparados ou não terão chance. Temos que mostrar a eles que sim, eles têm chance”, ressalta.

Fonte: Larissa Marçal