CorretorEm um período de recessão, o mercado segurador vem apresentando bons resultados.

Diante disto é fundamental que os profissionais continuem buscando especializações para garantir bons serviços aos clientes e acompanhar este crescimento.

Para auxiliar na capacitação dos Corretores, a Escola Nacional de Seguros está com inscrições abertas para o curso de Habilitação de Corretores de Seguros em diversas cidades do país até o dia 03 de março de 2017.

Maria Helena Monteiro, Diretora de Ensino Técnico da Escola Nacional de Seguros afirma que desde a fundação da Escola, o Curso para habilitação de Corretores é o principal produto da instituição.

“É muito importante que se invista no ensino técnico da profissão, porque está aumentando a complexidade e a sofisticação na venda de seguros, que só deve ser feita através do Corretor de Seguros”, revelou.

A Escola Nacional de Seguros é a única instituição que oferece a Habilitação para Corretores de Seguros. O aluno que for aprovado no curso pode obter o registro da profissão junto à Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Maria Helena ressalta ainda que o curso se configura como um mundo de oportunidades para o Corretor. “Procuramos encorajar e formar profissionais mais capacitados e habilitados para o mercado complexo”.

Para saber mais informações sobre o curso, assista ao vídeo:

Leia mais...

Carnaval2017 01

 

Informamos que estaremos em recesso em função do feriado de Carnaval, entre os dias 27 e 28 de fevereiro. Retornamos a partir do dia 1 de março, em horário normal.

Leia mais...

 

foto

 

Comunicamos com pesar o falecimento do Corretor de Sguros Rogerio Binotto, Sócio da Binotto Corretora de Seguros Ltda, da Cidade de Xanxerê/SC, ocorrido no dia 20/02/2017.
Seu corpo está sendo velado na Funerária Giroleta, localizada na Rua Pará 258 - Centro em Xanxerê SC. As 14 horas acontece a missa de corpo presente na igreja Matriz e na sequência, seu corpo será transladado para a cidade de Passo Fundo (RS), onde será cremado.


Aos familiares e amigos nossas mais sinceras condolências.


Diretoria Sincor-SC

Leia mais...

Corretores de seguros do Oeste de Santa Catarina, preparem-se. No próximo mês Chapecó recebe o Escoseg 2017.

 

AF Ecoseg Chapeco

 

Inscreva-se aqui

Leia mais...

A Extramed, entidade que oferece as melhores opções em planos de saúde e odontológico das mais tradicionais e competentes operadoras do mercado, convida os corretores para um Café da Manhã. O encontro está marcado para Blumenau, Joinville e Florianópolis.

Ficou interessado em conhecer um pouco mais sobre os Produtos de Saúde e Odontológicos Coletivos por Adesão comercializados pela Extramed? Então não perca. Na terça-feira, 21 de fevereiro, o encontro acontece no Hotel Slaviero Slim, em Joinville. Já em Blumenau está agendado para a quarta-feira, 22 de fevereiro, na sede do Sincor/SC, no bairro Jardim Blumenau e em Florianópolis acontece na quinta-feira, 23 de fevereiro, no Slaviero Florianópolis Baia Norte. O Café da Manhã começa sempre às 9h.

As vagas são limitadas. As inscrições ´pdem ser realizadas através dos e-mails: 

Encontro em Joinville e Blumenau: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Encontro em Florianópolis: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..  

Faça parte deste time! 

Leia mais...

AF Dia da amizade

 

14 de Fevereiro - Dia da Amizade

 

Sincor-SC

Leia mais...

 

A Associação de Proteção Veicular do Distrito Federal – Stocar foi condenada a pagar R$ 26,4 mil de indenização por danos materiais e R$ 5 mil, por danos morais, a um taxista coberto pela associação. Ele narrou que, em virtude de colisão ocorrida em abril de 2016, seu veículo foi encaminhado para conserto. Contudo, somente recebeu o veículo cinco meses depois, em setembro do mesmo ano. O autor alegou que sofreu prejuízos materiais, uma vez que permaneceu sem trabalhar, e também que sofreu constrangimentos pela inclusão de seu nome no SPC/SERASA – por não conseguir pagar suas contas.

Em sua defesa, a associação não negou a demora na entrega do veículo. No entanto, alegou que o contrato firmado entre as partes excluía qualquer indenização por lucros cessantes ou danos morais. Ainda, argumentou que o acidente envolvendo o autor decorreu de engavetamento, com vários danos causados ao veículo – e que, em razão disso, a reparação do automóvel foi mais difícil e demandou maior tempo.

O juiz que analisou o caso não considerou razoável que o conserto de um veículo demorasse tanto: “(...) chega ao absurdo e não se coaduna com a experiência prática”. Ainda, lembrou o artigo 40 do Código de Defesa do Consumidor, que preconiza: “o fornecedor de serviço será obrigado a entregar ao consumidor orçamento prévio discriminando o valor da mão-de-obra, dos materiais e equipamentos a serem empregados, as condições de pagamento, bem como as datas de início e término dos serviços”. Nos autos, não consta qualquer informação quanto à data de entrega do veículo, o que, segundo o 1º Juizado Especial Cível de Brasília, comprova o desrespeito à norma acima.

Ainda, o Juizado entendeu que a cláusula que excluía o dever de indenizar mostrou-se abusiva e não seguiu os princípios básicos do CDC, devendo, assim, ser desconsiderada, por colocar o consumidor em situação de extrema desvantagem frente ao fornecedor. Desta forma, considerando que o lapso temporal em que o veículo permaneceu em reparo foi longo e injustificado, o juiz confirmou que o pedido do autor merecia prosperar.

No cálculo dos danos materiais, o taxista comprovou renda média mensal de R$ 8,8 mil. Deduzindo-se 40%, a título de despesas com o veículo (seguindo a jurisprudência), o Juizado chegou ao valor mensal de R$ 5.280,00, a título de lucros cessantes, e o total de R$ 26.4 mil, pelos cinco meses de atraso. Quanto aos danos morais, o valor foi arbitrado em R$ 5 mil, atendendo aos critérios de razoabilidade/ proporcionalidade e observadas a capacidade econômica das partes, a gravidade do fato e a extensão do dano gerado.

Cabe recurso da sentença.

 

Fonte: CQCS

Leia mais...