ecoseg


Encerrando o clico dos ECOSEGs Regionais, estaremos nesta etapa final, efetuando a pesquisa junto aos corretores, que poderão informar se já foram observados algumas mudanças com relação a Produtos e Serviços, Relacionamento Comercial, Operação e Atendimentos, por parte das Seguradoras, após o retorno das mesmas.
Para responder a pesquisa solicitamos acessar o link abaixo e responder a pesquisa.
Suas respostas serão importantes para que possamos complementar nosso retorno às Seguradoras.

Acesse https://goo.gl/VBmnTC

Agradecemos sua participação!

Abraços

Auri Bertelli
Presidente Sincor-SC

Leia mais...

ecoseg

Encerrando o clico dos ECOSEGs Regionais, estaremos nesta etapa final, efetuando a pesquisa junto aos corretores, que poderão informar se já foram observados algumas mudanças com relação a Produtos e Serviços, Relacionamento Comercial, Operação e Atendimentos, por parte das Seguradoras, após o retorno das mesmas.
Para responder a pesquisa solicitamos acessar o link abaixo e responder a pesquisa.
Suas respostas serão importantes para que possamos complementar nosso retorno às Seguradoras.

Acesse https://goo.gl/6nbJ5j

Agradecemos sua participação!

Abraços

Auri Bertelli
Presidente Sincor-SC

Leia mais...

Leia mais...

De acordo com o artigo 899 da CLT, ao recorrer de decisões definitivas em ações judiciais trabalhistas, o empregador até então precisava recolher o valor do depósito recursal, que variava em valor de R$ 9.189,00 até R$ 18.378,00, conforme o tipo do recurso. Porém com a nova legislação trabalhista brasileira, em vigor desde 11/11/2017, agora é possível optar pelo Seguro Garantia nos depósitos recursais ou substituir os depósitos já realizados. Com essa modalidade de seguro, por um custo muito mais baixo que o valor exigido pela legislação, o empregador fica dispensado de imobilizar seu fluxo de caixa com o depósito recursal.

Essa nova opção possibilita que as empresas possuam soluções para qualquer momento de um processo judicial trabalhista. Enquanto a ação ainda está em fase de conhecimento, ou seja, onde ainda é possível apresentar recursos, elas podem optar pela Garantia Recursal. Já na fase de execução, quando as partes estão em discussão dos valores de pagamento, é possível dispor de um Seguro Judicial Trabalhista. O mercado de Seguro Garantia vem crescendo ano a ano, movimentando mais de R$ 1,9 Bi entre janeiro e setembro de 2017, resultado 49% maior que o mesmo período do ano anterior. O Seguro Garantia tem sido amplamente aceito no sistema judiciário e estima-se que atualmente 90% dos prêmios emitidos sejam Garantias Judiciais.

Para Ricardo Trunci, Diretor Comercial Nacional da JMalucelli Seguradora -  que lança  o novo produto para atender a demanda do mercado -  “essa mudança gera um enorme potencial de negócio para os corretores, que podem atender com essa modalidade todos os seus perfis de clientes e principalmente para as empresas, e agora podem contar com essa solução na execução dos seus processos trabalhistas, evitando a imobilização de bens e barateando o processo”.

Sobre a JMalucelli Seguradora

Líder em Seguro Garantia no Brasil, a JMalucelli Seguradora completou 25 anos de operação neste ano de 2017. Foi a primeira empresa do Grupo Segurador JMalucelli, composto também pela JMalucelli Resseguradora - primeira resseguradora nacional de capital privado; pela JMalucelli Controle de Riscos e pela JMalucelli Travelers, que opera com Seguro Garantia e Responsabilidade Civil na Colômbia. A JMalucelli Seguradora oferece, entre outras opções de garantias, coberturas como executante construtor, fornecedor e prestador de serviços. Para saber mais sobre o produto acesse o site da seguradora: https://www.jmalucelliseguradora.com.br/. Por se tratar de um seguro, a sua emissão exige a intermediação de um corretor.

Leia mais...

susep9 1

Mais de 43.400 profissionais já deram entrada no processo

Cerca de 3.400 solicitações ainda constam como não-finalizadas

Faltando 11 dias para o encerramento do período estipulado pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) para o recadastramento do corretor de seguros pessoa física, ainda há profissionais que não deram entrada no processo. A autarquia alerta que o não recadastramento implica na suspensão do registro conforme o disposto na Circular da Susep 552, de 17 de maio de 2017.

O titular da autarquia, Joaquim Mendanha de Ataídes, reitera a importância do recadastramento para a categoria, para o mercado e para a sociedade de forma geral. “O último recadastramento de corretores de seguros realizado pela Susep foi em 2008 e esse processo é fundamental para a segurança do consumidor e para estudos e ações do mercado de seguros”, observa.

Sociedades Corretoras

 Um outro ponto importante envolve os corretores de seguros que são os responsáveis técnicos em sociedades corretoras. Caso o corretor pessoa física não realize o processo de recadastramento este ano, o mesmo ficará impedido de atuar como o corretor responsável.

Passo A Passo Do Recadastramento

Ao dar entrada com o pedido de recadastramento no portal da Susep (http://www.susep.gov.br), o corretor precisa estar atento a todos os passos do processo: preencher seus dados nos campos indicados, salvar o cadastro e verificar o recebimento de dois e-mails da Susep. O primeiro e-mail informará o número do seu pedido e o segundo e-mail trará um link, no qual o solicitante deverá clicar para realizar a confirmação do seu pedido e poder continuar com o processo.

A Susep esclarece que os corretores que finalizarem o pedido de recadastramento dentro do prazo e o mesmo permanecer em análise por parte da autarquia, não serão prejudicados e os seus registros continuarão ativos até a conclusão da análise.

Em caso de dúvidas, o site do Instituto Brasileiro de Autorregulação do Mercado de Corretagem de Seguros, de Resseguros, de Capitalização e de Previdência Complementar Aberta (Ibracor) (http://www.ibracor.org.br) possui um passo a passo detalhado sobre o recadastramento e há linhas diretas para os corretores nos telefones (21) 3233-4146 e (21) 3233-4045, da Susep, e (21) 3509-7070, do Ibracor.

Leia mais...