Prezados Corretores,

Iniciou no ultimo dia 24 de junho, a terceira edição da Campanha Higiene Pessoal, realizada pelo SindsegSC e suas associadas, com patrocínio do Sindicato dos Corretores de Seguros - SINCOR-SC, e da Escola Nacional de Seguros - FUNENSEG, contando ainda com o apoio da Credicor.
Assim, solicitamos aos corretores que colaborem com a Campanha, que tem por objetivo a arrecadação de itens de higiene pessoal, e passem a fazer parte desta corrente do bem.

Leia mais...

Grandes Acontecimentos ocorreram em 1961

Leia mais...

Nova Diretoria do Sindicato dos Corretores de Seguros e de Resseguros e das Empresas Corretoras de Seguros no Estado de Santa Catarina- SINCOR-SC, gestão 2014/2017, toma posse no dia 13/03/2014, em evento que acontece nas dependências do Bela Vista Country Club . 

Leia mais...

Leia mais...

Leia mais...

A presidente Dilma Rousseff aprovou a Lei nº 12.977, que regula e disciplina a atividade de desmontagem de veículos automotores terrestres. A sanção foi publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira, dia 21 de maio. A lei entrará em vigor em um ano após a publicação.

Com isso, a expectativa é de que os seguros de veículos fiquem mais baratos devido à redução do furto e roubo de carros para desmanche e a permissão do uso de peças recicladas com selo de qualidade. Com preço mais popular, aumenta a parcela da população com condições de adquirir o produto.

Leia mais...

Os corretores de seguros obtiveram, nesta terça-feira (03 de junho), uma conquista histórica no Plenário da Câmara. Com intensa e decisiva atuação do deputado Armando Vergilio (SD-GO), presidente da Fenacor, em defesa da proposta, foi aprovada - com 341 votos a favor e apenas nove contra, além de duas abstenções - a emenda que muda o enquadramento da atividade de corretagem de seguros no Simples. O projeto segue para votação no Senado.

Com isso, conforme vinha defendendo Armando Vergilio – que foi presidente da Comissão especial que discutiu o projeto e autor de destaque que resultou na mudança. a corretagem de seguros passa da tabela seis, criada pelo projeto e de maior valor, para a tabela três, de menor valor entre as de serviço.

Antes da votação, Armando Vergílio alertara que a categoria não teria qualquer redução de impostos se fosse mantida a tabela aprovada no texto do relator. “A desoneração não existe, existe a simplificação, a desburocratização”, frisou, conseguindo obter a adesão de quase a totalidade dos deputados presentes à votação (97% votaram a favor do destaque).

Depois da conquista confirmada, Armando Vergílio preferiu adotar uma postura mais cautelosa, embora confiante, lembrando que uma batalha foi vencida, mas falta ainda a votação no Senado. “Há também a grande guerra que é a sanção presidencial. Quem já foi vetado três vezes no passado sabe o trabalho que foi para incluir a categoria no Simples. A minha parte foi feita, que foi incluir os corretores de seguros na melhor tabela, a tabela 3", afirmou Vergilio.

Ele acrescentou que, a partir de agora, irá se articular para a aprovação no Senado. "Será preciso uma grande mobilização da categoria para que o Projeto seja aprovado pela presidente Dilma.”, conclamou.

O vice-presidente da Fenacor, Robert Bittar, também comemorou a grande vitória dos corretores de seguros no plenário da Câmara e elogiou o trabalho realizado por Armando Vergílio fundamental para inclusão na tabela 3. “O ingresso da categoria dos corretores de Seguro no Simples, na tabela 3, que era a tabela almejada e que o governo não gostaria que as categorias de serviços entrassem, nós conseguimos, graças a grande e fabulosa articulação do nosso líder, deputado Armando Vergílio.”, observou.